Ao que tudo indica os dois herdeiros do legado dos Ramones chegaram a uma solução da briga judicial sobre o uso da marca do grupo.

Joey e Johnny Ramone faleceram em 2001 e 2004, respectivamente, ambos de câncer. Segundo a Billboard, após um ano de disputa, o irmão de Joey, Mitchel Hyman, e a viúva de Johnny, Linda Cummings-Ramone, chegaram a um acordo na última segunda, 2.

Cada um deles é responsável por 50% da Ramone Production Inc, a empresa dona da marca Ramones e todos seus produtos licenciados. Cummings-Ramone também é a co-presidente e diretora da empresa.

A briga teve início quando Hyman processou Linda após ela ter legalmente mudado seu nome para Ramone em 2014. Hyman disse que ela estava usando o nome de forma “imprópria e não-autorizada”. Ele também queria que ela parasse de chamar sua casa em Los Angeles de Ramones Ranch, insinuando aos fãs que aquela era a residência oficial da banda.

Hyman recorreu à lei para proibir que Linda usasse o nome Ramone de qualquer forma e ela respondeu alegando que ele estava trabalhando contra o interesse da empresa. Segundo Bob Donnelly, mediador do caso, a disputa iria “acabar com a reputação dos Ramones” caso continuasse.

A solução encontrada foi proibir Linda de usar o nome Ramones Ranch sem a aprovação de Hyman, mas ela pode utilizar o nome Johnny Ramone Ranch ou Linda Ramone Ranch. Ela também pode usar o sobrenome Ramone para apresentar seu evento anual em homenagem à Johnny.

A dupla também precisará discutir qualquer assunto relacionado à empresa, honrado o contrato que nomeia ambos como donos da Ramone Production Inc.

LEIA TAMBÉM: Ramones lança vídeo inédito de “I’m Against It”; assista aqui

Tags:
Categorias: Notícias