“Death Sleepers” estará no novo álbum do Rage In My Eyes, Ice Cell

O Rage In My Eyes é uma banda de heavy metal brasileira, que iniciou suas atividades em 2002 com o nome de Scelerata. O novo álbum da banda, Ice Cell, foi gravado entre 2017 e 2018 nas cidades de Los Angeles (EUA) e Porto Alegre (Brasil). Nestes 17 anos a banda teve uma enorme história no cenário do heavy metal brasileiro, com três álbuns lançados em todo o mundo, incluindo o aclamado álbum The Sniper, que contou com participações especiais de Paul DiAnno (ex-Iron Maiden) e Andi Deris (Helloween). O Scelerata também foi a banda de apoio oficial do Paul DiAnno de 2009 a 2014, tocando mais de 50 shows.

Para celebrar este novo recomeço, o Rage In My Eyes apresenta o video clipe para a música “Death Sleepers”, que tem um significado muito especial para a banda, por diversos motivos. Quem explica é o baterista Francis Cassol: “O primeiro é que será o primeiro lançamento oficial desde a mudança de nome. Estamos trabalhando há anos nesse material e estamos muito felizes por finalmente estarmos lançando. Essa banda já teve tantos renascimentos que prefiro pensar que dessa vez é um recomeço, onde estamos olhando apenas para frente. Sem dúvida essa é a formação mais forte, onde todos os integrantes estão com o mesmo foco. Esse trabalho também é especial, pois ele é fruto de um crowdfunding muito bem-sucedido que fizemos, onde pudemos contar com o apoio dos fãs e amigos para passar da meta que estabelecemos. Temos certeza que não decepcionaremos. Gostaria de agradecer o belíssimo trabalho de toda a equipe envolvida, do diretor Ulisses da Motta e do produtor Eduardo Christofoli e demais membros, dos atores Renata Stein, Bruno Barcelos, Maia D’Oxum e do nosso grande parceiro acordeonista Matheus Kléber.”

Quanto ao conceito do clipe, trata-se de um desenvolvimento do tema da música, articulado à ideia de uma nova identidade visual para a banda. O guitarrista Leo Nunes dá sua visão sobre a obra: “Trabalhamos com três ideias principais, em três níveis distintos, suscitadas por essa necessidade de síntese entre a nova fase da banda e a temática lírica de ‘Death Sleepers’: no nível estético, o tradicionalismo gaúcho; no nível moral, as consequências de uma cosmovisão subjetivista, e da autopersuasão hipnótica que a acompanha como traço característico distintivo; no nível poético, a instalação do homem no reino das superficialidades como uma negação existencial do próprio drama humano. O clipe representa essas três ideias com um jogo simbólico de imagens, as quais, ora intervêm nas cenas em que a banda executa a música, ora apresentam-se com os integrantes em um mesmo plano.”.

Assista abaixo:

LEIA TAMBÉM: Mayaen, duo brasileiro, une rock garage com stoner em “Down On Me”; ouça aqui

Confira mais notícias sobre: