“Um dos meus melhores amigos foi vítima dessa violência”

Sir Paul McCartney participou de uma marcha anti-arma em Nova York em memória de seu colega e amigo John Lennon.

O movimento aconteceu neste último sábado, 24, e uniu centenas de milhares de pessoas nas grandes cidades dos Estados Unidos para exigir leis mais rígidas para o controle de armas.

Chamados de “Marcha pelas nossas vidas”, os atos tiveram participações de diversos famosos, inclusive McCartney que durante uma entrevista para a CNN explicou a importância da marcha: “Um dos meus melhores amigos foi vítima da violência com arma de fogo perto daqui”, ele disse sobre o assassinato de John Lennon em 1980.

As marchas têm ganhado força após o tiroteio em Parkland, na Flórida qu deixou 17 mortos após um ex-aluno da Stoneman Douglas High School invadir a escola com um rifle. A tragédia se tornou o 14º tiroteio realizado em uma instituição de ensino desde o início do ano e está entre os 10 mais mortais da história recente dos Estados Unidos.

Categorias: Notícias