Mike Portnoy falou sobre a importância do Pantera

Mike Portnoy, baterista do Sons Of Apollo, The Winery Dogs e ex-Dream Theater, falou ao Metal Wani sobre Vinnie Paul, baterista do Pantera e Hellyeah, que morreu no dia 22 de junho em Las Vegas, aos 54 anos.

“Vinnie foi um amigo meu por um longo tempo. Nós nos tornamos amigos por aí quando o Pantera lançou o Cowboys From Hell e o Dream Theater, Images And Words. Ambas as bandas assinaram com a Atco ao mesmo tempo, então estávamos lidando com as mesmas pessoas e me tornei um bom amigo não só de Vinnie, mas de todos os quatro da banda.

Quando Vinnie entrou em cena, em termos de bateria, eu acho que era a banda perfeita e necessária no mundo do metal por volta de 91, 92, porque praticamente os ‘Big Four’ foram eliminados pelo grunge. Slayer, Megadeth, Anthrax, Metallica e depois também o Testament, Exodus e Overkill, todas aquelas bandas do começo dos anos 90 foram mortas pelo grunge. Então o Pantera foi a única a realmente carregar o metal nos anos 90. Eu diria que eles, o Machine Head e Sepultura – para mim, esses eram os três que estavam realizando isso, mas o Pantera era o melhor deles”

 

Confira mais notícias sobre: