Max conta como irritou seu ídolo

Em entrevista ao site RockSverige.se o vocalista Max Cavalera relembrou seu primeiro encontro com Lemmy. Confira sua declaração:

As 11 melhores músicas do Motörhead

“A minha relação com ele não começou bem. Começamos com o pé esquerdo. Eu era muito jovem e o Sepultura estava abrindo para eles na Alemanha. Nós fizemos uma sessão de fotos e eu cheguei com vinho e eu ficava jogando tudo nele. Eu estava sendo um completo idiota. Na minha cabeça, achei que era Rock N’ Roll. Eu consigo entender agora como ele olhava para mim e só via um idiota arrogante bêbado no meio da tarde. Só sendo um completo idiota. Depois, no último show deles nós entramos pelados e acabamos com o show deles, ele só queria me matar. Ele disse para Gloria ‘É melhor que esse cara não chegue perto de mim’. E eu pensei “Eu irritei um dos meus maiores ídolos. Como isso aconteceu?’ porque eu amava o cara e a sua música. Assim que eu o conheci foi muito legal, eu estava irritando ele e ele esvaziou um copo de whisky na minha cabeça. Eu achei a coisa mais legal e pensei que tinha sido batizado e pensei ‘É isso aí!”, mas ele só fez isso para me afastar (…). Eu não tomei banho por uma semana. A coisa mais incrível foi depois de um de nossos shows no Reino Unido, logo depois da morte de Dana. Ele ouviu falar disso e veio me falar que sentia muito e disse ‘aliás, tudo está bem entre nós. Você está bem comigo’. E eu pensei “Legal. Finalmente”.

Max e Lemmy

Categorias: Notícias