Kiss entrará em longa turnê em 2019

Em entrevista ao Imperiumi, o baixista e vocalista do Kiss, Gene Simmons, falou se houve alguma experiência negativa quando ele se conectou com ex-membros da banda, como Vinnie Vincent, Peter Criss e Ace Frehley.

“Não. Nada de negativo. Em algum momento, as pessoas crescem e você percebe que a vida é curta. Mas nós tivemos problemas na banda – algumas pessoas estavam bebendo e ficando chapadas. Então isso não funcionou. Kiss é como as Olimpíadas […] E você não pode correr uma corrida se você estiver chapado, você não pode jogar futebol se você estiver bêbado – você simplesmente não pode.

E por muito tempo nós fizemos isso, e eu não sabia nada sobre isso, só lembro que algumas noites eram terríveis, e eu não sei por que…Todo mundo era muito doce, Paul [Stanley] era ótimo, Vinnie Vincent estava bem. Eu pensei que ia ser um problema – [mas não havia] nenhum problema. Ace amava tanto, ele foi para três cidades diferentes; ele voou. Peter estava bem. Ele veio por um curto período de tempo, disse aos fãs o quanto ele os amou e depois voltou. Penso que Peter está pronto. Ele não quer estar nos olhos do público. Ele vai dar alguns autógrafos, mas é isso. E eu, eu acho que vou parar quando eu morrer. E agora é mais cedo do que tarde, não é?

Você sabe, nós conversamos sobre isso, mas não decidimos nada. O problema é que, se você trouxer um convidado especial, eles aparecem sem maquiagem? Eu não sei. Não chegamos tão longe. Você não pode colocar a maquiagem. Você está fora da banda há 20 anos – isso não vai acontecer. É uma pergunta difícil, porque se nós trouxermos alguém que estava na banda, eles não podem usar maquiagem…”

Sobre se ele acha que o último show do Kiss deve incluir ex-membros, Simmons adicionou: “Eu não sei … parece que deveria ser, mas eu não sei ainda”.

A banda entrará em uma grande turnê no próximo ano. Leia aqui.

Confira mais notícias sobre: