Veja a declaração

Em entrevista ao Westword, o líder do Slayer Kerry King falou sobre as responsabilidades novas na banda desde a morte de Jeff Hanneman, e o que ele acha dos que comentam de que, sem Hanneman e sem o baterista Dave Lombardo, a banda não é a mesma:

“95% das responsabilidades foram colocadas no meu ombro pela primeira vez. Então eu queria ter certeza de que eu teria um álbum que fosse muito bom não somente para mim, mas algo que fosse à prova de balas. Mais do que nunca.

Você sabe como é a internet. Tantas pessoas falam ‘Jeff não está aqui. Dave não está aqui. Não é a mesma coisa’. E eu digo ‘Sim, cara. Ainda é o mesmo’. Digo, tem algumas diferenças, não quero minimizar isso. Mas a máquina do Slayer sempre continua”

Tags:
Categorias: Notícias