Ambos seguem carreira solo

A LA Weekly entrevistou os ex-guitarristas do Guns N’ Roses, Ron “Bumblefoot” Thal e Gilby Clarke e conversou sobre a ausência deles na reunião e seus planos futuros.

Bumblefoot, que participou da banda entre os anos 2006 e 2014, conta que sua saída não foi amigável e por isso nunca esperou ser chamado para a reunião, “eu seria um empecilho nessa reunião e eu não queria isso. Se eu pensei que eles iam ligar? Não. As coisas não acabaram bem entre nós, ninguém vai ligar para ninguém, infelizmente”.

Ele lembra do seu trabalho com o Guns N’ Roses com carinho e orgulho mas seu tempo com eles acabou.

Já para Gilby Clarke, que participou da banda durante os anos de 1991 e 1994, as coisas terminaram de forma positiva mas seu retorno é tão provável quanto de Bumblefoot. Ele revela que soube da reunião da mesma forma que todos ficaram sabendo.

“Se acontecer, aconteceu e se não acontecer, não aconteceu. Eu fiquei ‘poxa, é isso aí então’. Estou sendo sincero. Eu tenho ótimas memórias daqueles anos e eu não preciso reviver aquilo”, ele conta.

Clarke revela que quando o Guns N’ Roses foi introduzido no Rock And Roll Hall of Fame em 2012 ele se sentiu estranho de não poder subir ao palco para receber a homenagem ao lado de seus colegas apesar de ter se apresentado com eles.

“Fazer parte de algo e não ser reconhecido é realmente decepcionante, mas isso seria apenas duas linhas a mais na minha página da Wikipedia. Duff [McKagan] me ligou um dia antes e disse ‘nós conversamos e decidimos tocar. Nós adoraríamos se você tocasse conosco’.”

Atualmente, Bumblefoot está com sua carreira solo e acompanha duas bandas: Art of Anarchy e Sons Of Apollo. Clarke está finalizando seu quinto álbum de estúdio, ainda sem nome e data de lançamento divulgados.

Quanto ao Guns N’ Roses, após sua viagem a América do Sul, a banda retornou aos Estados Unidos para continuar sua turnê Not In This Lifetime.

Categorias: Notícias