É estimado que há 60 faixas inéditas de Chinese Democracy

O famoso disco Chinese Democracy, do Guns N’ Roses, deveria ter sido uma trilogia. Isso é o que ex-membros da banda, executivos e fontes anônimas disseram à Billboard.

Num artigo recentemente publicado sobre o legado do álbum, a Billboard conversou com muitos personagens importantes. Um deles foi Tom Zutaut, executivo da gravadora Geffen-Interscope.

Zutaut lembrou que o objetivo de Axl Rose era fazer um “disco mais moderno”, mas não era algo que os fãs queriam. “Poucas pessoas sabem disso, mas Chinese Democracy era pra ser uma trilogia… Esse disco não era pra ser só um.”

Uma fonte anônima acrescentou que “todo o material que não foi divulgada deveria ter saído em 2016. Mas então a reunião aconteceu”. É estimado que o total de faixas era de 60. Duas delas, “Going Down” e “Atlas Shrugged” vazaram na internet.

Ainda não se sabe se esse material algum dia será lançado.

LEIA TAMBÉM: Guns N’ Roses tentará fazer novo disco em breve, diz Richard Fortus

Confira mais notícias sobre: