A mulher contou que o músico a tratou de forma inapropriada durante uma entrevista

O baixista e vocalista do Kiss, Gene Simmons, tenta deixar para trás uma acusação de assédio sexual enquanto assina um acordo com a vítima, segundo informações do site The Blast.

Simmons foi acusado de assédio por uma jornalista em dezembro de 2017 por conta de uma entrevista concedida um mês antes onde, segundo relatos da mulher, o cantor a apalpou e flertou de forma inadequada e indesejada.

“Ela o processou pois queria dar um recado claro de que este comportamento é inaceitável e que ela não quer mais ver este tipo de comportamento”, disse a defesa no tribunal.

Segundo a apresentadora, ele tentou pegar em suas mãos e as colocou em seu joelho além de ter a segurado pelo pescoço e ter feito comentários de cunho sexual enquanto ela o entrevistava.

No processo, ele respondia por assédio, violência de gênero, maus tratos e agressão. Os termos do acordo não foram divulgados à imprensa e Simmons nega as acusações.

Confira mais notícias sobre: