O vocalista do Every Time I Die falou sobre o processo

Keith Buckley, do Every Time I Die, falou em entrevista sobre a banda ter sido processada por uma fã.

Segundo a fã, o dedo do pé teve que ser amputado depois de ter sido quebrado durante um show da banda. O vocalista, porém, diz que a responsabilidade não é deles.

“Uma garota diz que chutamos um monitor que caiu no pé dela e quebrou um dedo. Então, ele teve que amputar o dedo”, contou. “O processo ainda está correndo”.

Buckley afirmou, porém falou que o incidente nunca aconteceu. “Mesmo se o negócio caiu em cima do dedo dela – o que não aconteceu – e ela se machucou. Mas ela não limpou, não cuidou e teve que ser ocupado. Quanto tempo a gente tem que ser babá dessa merda de dedo? Eu fico muito puto quando penso nisso”.

Ele continuou, “Não é minha responsabilidade… Se eu quebrasse meu braço na sétima série jogando basquete e meu braço doer hoje, eu não vou ligar pro meu treinador e reclamar. ‘Qual é cara, me ajuda aqui’. Ele não é mais responsável por isso”.

LEIA TAMBÉM: Ghost: Ex-membros entram com novo processo contra Tobias Forge

Confira mais notícias sobre: