O Enslaved lançou nessa sexta, 10, o single “Jettegryta”, que estará no próximo disco Utgard, previsto para 2 de outubro. A música veio acompanhada de um vídeo que mostra uma paisagem glacial na Islândia se tornando algo bem sinistro.

Segundo o vocalista e baixista Grutle Kjellson, a Islândia foi escolhida como o local de gravação pois o nome da música remete a um fenômeno natural em que rios ou qualquer água corrente criam um buraco de forma cilíndrica em pedras. Ele ainda explica que no folclore nórdico os gigantes criavam esses buracos para que pudessem cozinhar neles.

“Apesar desse fenômeno específico não acontecer na área vulcânica da Islândia, há diversos lugares nessa terra mágica que podem habitar gigantes”, ele disse, “Quando os nórdicos se instalaram na Islândia entre os séculos oito e nove, a fumaça e a neblina dos vulcões quentes claramente sinalizavam que a ilha era habitada por elfos, anões e gigantes! Isso os fez lembrar das histórias de Utgard. Para eles, a Islândia ficava na porta de Utgard, a fronteira do mundo mundano – ela era um portal.”

Ao falar sobre “Jettegryta”, Kjellson conta que a letra foi inspirada na imagem desse exotérico e mitológico lugar nas profundezas de nossa mente e imaginação, um portal para os sonhos, o inconsciente e o reino do caos. O clipe, ainda segundo ele, tenta ilustrar exatamente essa mensagem.

Assista o clipe logo abaixo e em seguida veja a capa e tracklist para o disco Utgard.

Enslaved: Utgard
1. Fires In The Dark
2. Jettegryta
3. Sequence
4. Homebound
5. Utgardr
6. Urjotun
7. Flight Of Thought And Memory
8. Storms Of Utgard
9. Distant Seasons

Tags:
Categorias: Notícias