Músico lembrou da fã e a convidou para um show do Pearl Jam

Em 1992, enquanto o Pearl Jam estava viajando com a turnê do disco de estreia Ten, Eddie Vedder conheceu Valeska Custers, uma fã que estava no show em Utreque, nos Países Baixos.

Depois da apresentação, o vocalista saiu para tomar um café e conversaram até aquela madrugada. Quando saíram, às 3h, Vedder não tinha como ir para o hotel e Valeska estava de bicicleta, então deu carona ao músico.

O acontecimento ficou guardado na memória de Vedder e enquanto estava em Amsterdam na última semana, contou essa história para o público. “Eu lembro que o cabelo dela não parava de voar no meu rosto. E eu tenho quase certeza que ainda reconheceria o rosto dela”, ele disse e perguntou se ela estava ali.

Ela não estava, mas ficou sabendo do momento por um jornal que, mais tarde, a entrevistou para ouvir sua versão da história. Valeska contou que não havia ido ao show de 1992 para ver Pearl Jam e sim a banda de alguns amigos, o City Pig Unit. Enquanto estava no backstage, Vedder se aproximou dela e perguntou sobre sua nova tatuagem.

“Ele era extremamente tímido, mas eu senti uma conexão com ele”, ela contou ao jornal. Depois disso, tentou falar com ele várias vezes, mas nunca conseguiu. “Eu pensei muito nisso, mas não sabia como fazer. Seria incrível vê-lo de novo. Eu sinto que ele é minha alma gêmea.”

Quando a história foi publicada no jornal, Vedder a convidou para vê-lo tocar em Bruxelas e se encontraram depois do show. “Você ainda tem o mesmo sorriso”, disse o músico a ela também revelando que guardou o endereço da mulher escrito em um pedaço de papel, porque queria devolver uma blusa dela que ficou com ele, mas isso nunca aconteceu.

Veja uma foto da reunião logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: Pearl Jam: morte de Chris Cornell afetou o novo álbum

Confira mais notícias sobre: