Scheblanov diz nunca ter ouvido falar de Crowbar

Dimitri Scheblanov, um dos diretores criativos da empresa responsável pela capa do novo álbum do Metallica “Hardwired… To Self-Destruct” foi entrevistado pela Decibel e questionado sobre as semelhanças da arte com a capa do álbum “Odd Fellows Rest”, do Crowbar. A revista perguntou se Scheblanov já havia visto a capa do Crowbar:

“Nós não tinhamos. Nós nunca tinhamos ouvido falar de Crowbar ou visto o álbum, foi uma surpresa para nós. Eu acho que o primeiro comentário que vimos sobre a imagem foi no Facebook. Depois de ver, penso que há uma semelhança clara mas não foi intencional”

Scheblanov foi questionado então sobre o que ele sentiu ao ver a capa do Crowbar:

“Eu acho que apesar de ser aparentemente similar, a intenção por trás foi provavelmente bem diferente para nós e para Turner Duckworth, a agência de design. Acho que eu gosto da capa do Crowbar (risos), não há nada de errado com ela ou algo assim. Mas sim, foi bem chocante que há algo tão similar. Mas eu nunca havia ouvido falar da banda ou da música então foi interessante que era outra banda de Metal. Eu ainda não ouvi, infelizmente.

Vou te contar algo engraçado: após o lançamento, na sexta-feira ou sábado nós fomos para Minneapolis ver o Metallica tocar porque eles estavam projetando fotos no telão. Então depois da festa de lançamento nós estavamos falando com a gerência com alguns dos caras da banda e falando sobre os comentários que recebemos depois do lançamento. Alguém falou sobre o negócio do Crowbar. E o mais engraçado é que todo mundo falou “Quem raios é Crowbar?!”. E isso me fez me sentir um pouco melhor, porque nós ficamos chocados mas porque outras pessoas na comunidade também não sabiam nos fez sentir que não era tão grande coisa, que não era tão conhecido a ponto de as pessoas acharem que estávamos copiando.”

A revista então pergunta o que ele gostaria de dizer para o Crowbar:

“Ahm… Eu gosto da capa deles (risos) e eu vou tentar ouvir o álbum. Pelo menos, eu espero, as pessoas vão prestar mais atenção a eles, o que é provavelmente bom, ter a associação com o Metallica. Mas nem Turner Duckworth nem eu usamos como referência”

Categorias: Notícias