Leia as declarações

Após as belas homenagens do Guns N’ Roses, Foo Fighters, declarações de diversos artistas e bandas incluindo Ozzy e das mensagens dos membros do AC/DC Brian Johnson e Angus Young, agora o líder e fundador do Megadeth fez uma bela homenagem a Malcolm Young que faleceu no último sábado.

Mustaine diz:
“A maioria das pessoas não sabem que o AC/DC era a banda do Malcolm e que eles não eram australianos; eles eram escoceses. Pequenas coisas como essas é o que fez eles serem únicos.

Eu toquei em uma banda que fazia um monte de covers do AC/DC e por ter que tocar aquelas músicas, eu aprendi um approach de tocar totalmente diferente, aonde você não tem bilhões de camadas. É tudo baseado no riff. Antes disso, Rock N’ Roll era ficar dedilhando acordes e não tocando riffs. Um riff é uma melodia cíclica, que se não é bom, na hora você vai saber. Um bom riff é algo que você pode ficar tocando, repetindo e repetindo, e Malcolm escreveu um monte deles”.

A declaração completa de Dave Mustaine pode ser lida aqui e abaixo o post o líder do Megadeth fez, com os dizeres:

“Malcolm se foi, e embora sua música permanece viva, não há palavras para expressar esta tristeza. Doce e amargo como é este sentimento, eu estou feliz que ele está livre da demência e no Céu com Bon e seu irmão George. Eu devo tanto a Malcolm Young e seu incrível talento. Malcolm, você é meu herói e eu vou te ver um dia no Céu”.

Confira também um vídeo tributo com várias imagens de Malcolm Young:

Confira mais notícias sobre: