Mustaine diz que pode cortar músicas do set

O líder do Megadeth Dave Mustaine comentou no Twitter os protestos que a banda vem recebendo do partido Islâmico da Malásia, que critica a passagem da banda pelo país, alegando “efeitos negativos que bandas como essa tem em sua plateia”. O Megadeth, que tem um show marcado para hoje em Kuala Lumpur, já foi banido do país em 2001 e agora foi permitido de tocar.

No Twitter, um fã de Dave Mustaine comentou “Tome cuidado na Malásia. Espero que os muçulmanos que querem impedir o seu show não consigam o que querem”. Para isso, o vocalista respondeu “Eles estão louvando o Deus deles do jeito que acham melhor. Eu gostaria de saber quais músicas eles sentem que são ofensivas. Eu não quero ofender ninguém”.

Mais tarde, Mustaine também postou “Se há alguma música que ofende os cidadãos da Malásia ou a sua fé, me digam. Não quero ofender ninguém. Nós cortamos músicas em show na China”.

O show acontece hoje no estádio Negara em Kuala Lumpur.

Tags:
Categorias: Notícias