A homenagem acontece devido ao apoio do cantor à cidade

O frontman do Iron Maiden, Bruce Dickinson, foi nomeado cidadão de honra de Sarajevo por seu apoio à capital da Bósnia e e Herzegovina durante a Guerra da Bósnia que aconteceu entre os anos de 1992 e 1995.

A homenagem foi apresentada pela empresa Concept Media ao conselho municipal alegando que as apresentações que Dickinson fez na cidade em dezembro de 1994 “deu esperança às pessoas” ao demonstrar que eles “não estavam sozinhos”.

Dickinson foi transportado à cidade em um ônibus de ajuda humanitária como parte final da turnê mundial para promover o álbum Balls of Picasso, lançado naquele mesmo ano. A história da visita do cantor foi contada no documentário Scream for me Sarajevo e na autobiografia What does this button do?.

A homenagem acontecerá oficialmente em 25 de novembro. O prêmio é concebido anualmente a um estrangeiro por seu apoio à cidade de Sarajevo assim como pela defesa da democracia, humanismo e tolerância.

LEIA TAMBÉM: Bruce Dickinson considera o Hall Of Fame uma “grandessíssima besteira”

Confira mais notícias sobre: