Na nova enquete Wikimetal, o Black Album do Metallica foi eleito o melhor álbum de Metal dos anos 90, com 21% dos votos. Em segundo e terceiro lugar ficaram “Fear Of The Dark” do Iron Maiden com 13% e “Painkiller” do Judas Priest com 12%.

Lançado em 12 de Agosto de 1991, o álbum auto-intitulado do Metallica se tornou um dos álbuns mais vendidos de todos os tempos, com a impressionante marca de mais de 25 milhões de álbuns vendidos. Mais marcante ainda, o Black Album chega a vender aproximadamente 5 mil cópias por semana atualmente.

O trabalho, até hoje considerado controverso por ter lançado a carreira do Metallica para uma era mais comercial, foi produzido por Bob Rock e aclamado em diversas publicações, entrando em 252º lugar na lista de melhores álbuns da história da Rolling Stone. A revista inglesa Q diz que o Black Album “transformou o Metallica de heróis cult do Metal para estrelas globais, trazendo um refinamento ao seu incontestável poder”.

Em entrevista a Billboard, Lars Ulrich diz que ao gravar o álbum a banda já sabia que tinha algo grande pela frente: “Nós sabíamos, quando estávamos fazendo o álbum, que havia algum alinhamento dos planetas”. O álbum que traz clássicos da banda como Enter Sandman, The Unforgiven, Nothing Else Matters, Wherever I May Roam, Sad but True e muitos outros demorou 10 meses para gravar e teve custos de aproximadamente US$ 1 milhão.

Tags: