O desenho Republic Of The Unfaithful voltará a figurar no merchandise do Behemoth

Adam ‘Nergal’ Darski, vocalista e guitarrista da banda polonesa de Black Metal, Behemoth, não será mais julgado por supostamente desrespeitar um dos símbolos nacionais da Polônia.

Há três meses atrás, Nergal foi acusado pelas autoridades polonesas em um caso envolvendo o desenho Republic Of The Unfaithful, utilizado no merchandise do Behemoth, que dizia insultar o brasão nacional da Polônia.

O caso foi levado ao tribunal pelo Gabinete do Promotor Distrital em Gdansk, no norte do país, que disse que era “uma imagem distorcida do emblema nacional”. A obra “Incluiu elementos e símbolos considerados satanistas e anti-cristãos, com o objetivo de transmitir conteúdo muito distante da ideologia histórica e estatal”. Símbolos poloneses são protegidos contra profanação pública e insulto.

Nergal e Maciej G., webmaster da banda, foram acusados de afrontar publicamente o emblema nacional polonês, o que pode levar a pena de até um ano de prisão. O artista gráfico Rafał Wechterowicz, também foi acusado. Todos foram absolvidos.

Em 2011, Nergal foi absolvido da acusação de ter insultado o sentimento religioso quando chamou a Igreja Católica de “O culto mais assassino do planeta” durante um show da banda, e rasgou uma bíblia, dizendo que era um “Livro de mentiras”.

Behemoth

Confira mais notícias sobre: