Kottak é sentenciado a um mês de prisão

O baterista do Scorpions James Kottak foi julgado ontem em uma corte em Dubai e sentenciado prisão por um mês sob acusações de ter insultado passageiros muçulmanos e causado desordem no aeroporto do emirado.

Testemunhas dizem que Kottak estava bêbado e mostrava o dedo do meio para passageiros paquistaneses. A polícia local também disse que o baterista abaixou as calças e expôs seu traseiro, além de ter feito comentários negativos em referência ao cheiro de passageiros islâmicos. Um oficial do aeroporto disse que Kottak cobriu seu nariz e disse que não iria viajar com os passageiros, os quais chamava de “muçulmanos sem educação”.

Kottak se disse inocente das acusação de insulto à religião mas se declarou culpado por ter bebido sem autorização. O baterista defendeu-se dizendo que não abaixou as calças, e sim levantou a camisa para mostrar sua tatuagem nas costas e que “nunca falaria assim de muçulmanos, bêbado ou não”.

Kottak passou pelo aeroporto de Dubai em conexão para Bahrein onde tocaria em evento da Formula 1, e o ocorrido fez com que Mark Cross assumisse a bateria no show do evento F1 Rocks.

Ler todas as noticias do Wikimetal News

Tags:
Categorias: Notícias