Músico responde entrevista

A banda iraniana Confess, que marcou as notícias em fevereiro do ano passado por ter sido acusada de diversos crimes contra o governo do país e poderia ser executada, quebrou o silêncio de mais de um ano esta semana.

Os músicos Nikan “Siyanor” Khosravi e Arash “Chemical” Ilkhani foram acusados com possível sentença de morte em 2015 por blasfêmia, apologia anti-governo, formação de banda ilegal e underground e uma gravadora de Metal e Rock satânico, composição de letras anti-religião, ateias, políticas e anárquicas e dar entrevistas e estações de rádios estrangeiras proibidas.

Esta semana, Khosravi respondeu uma entrevista ao site Metal Injection, que havia tentado contato com a banda diversas vezes durante o último ano. Questionado sobre a segurança dos membros o músico respondeu: “Se por ‘estar seguro’ você quer dizer ‘não preocupado em perder sua vida’, sim, estamos seguros. Nós estamos com nossa família e com pessoas que amamos, vivendo um dia após o outro. Mas se ‘estar seguro’ quer dizer paz de espírito, então não, não estamos seguros. Nós não sabemos o que acontecerá com a gente, como seres humanos ou como artistas”

Khosravi falou sobre o status atual do processo: “Nós pagamos fiança em 2015. Por um tempo nós ficamos esperando a resolução do caso. Fomos às cortes distritais em Setembro e Dezembro de 2016. Nossas sentenças foram anunciadas em Março de 2017 mas só estamos falando publicamente sobre isso agora. A sentença não foi nem um pouco boa. Nós apelamos e agora aguardamos a data para o julgamento. Nós ainda temos esperança de que tudo se resolverá com nossos novos advogados”

A Metal Injection ainda deixou claro que fãs de Metal pelo mundo todo enviam apoio à banda, e perguntou o que a comunidade Metal pode fazer para ajudá-los. Khosravi respondeu: “Eu quero dizer que amo muito todos eles. Nós estamos conectados através de nossa música. Tudo que eu peço é que vocês nos ajudem espalhando a nossa história para o mundo. O Confess é uma banda de pessoas idealizadoras, que acreditam no que fazem, e que falam verdades”

O músico disse que desde que o caso ganhou notoriedade no ano passado diversos músicos entraram em contato com a banda para expressar apoio. Entre os citados estão Corey Taylor, Marty Friedman, Alissa White-Gluz, Randy Blythe e muitos outros.

Segundo o site, a banda não quis revelar maiores detalhes do julgamento por risco de afetar o processo de apelação. Você pode seguir o Confess em seu Instagram oficial ou dos membros Nikan e Arash e no Soundcloud.

Tags:
Categorias: Notícias