Confira o texto de M. Shadows

O vocalista do Avenged Sevenfold M. Shadows postou um desabafo nas redes sociais sobre o novo álbum da banda “The Stage”, que foi lançado no dia 28 de Outubro. O desabafo de Shadows vem em resposta a comentários em diversos sites de que o novo álbum, lançado de surpresa, não vendeu tão bem quanto os outros do Avenged Sevenfold, e o músico havia comentado que tinha ‘sentimentos mistos’ sobre o fato.

Confira seu desabafo na íntegra:

“Uma coisa que eu percebi nos últimos anos é que os sites que dependem de cliques para ganhar dinheiro tendem a amar narrativas que os beneficiam. Você vê isso na política e agora você vê no Megal. Eu admito que acho esses sites divertidos e não odeio nem desgosto das pessoas que os administram ou os seus visitantes. Nada disso é para ser levado muito à sério mas quando eu fico recebendo sempre os mesmos artigos com essa falsa narrativa sobre o Avenged Sevenfold, eu sinto que é hora de eu me pronunciar

Isto não é de forma alguma direcionado aos nossos fãs. Ao olhar os comentários desses sites isto fica óbvio. Isto vai ser sem dúvida visto como “justificativa para o álbum” pelas pessoas que odeiam o A7x. E isso é ok, nós não tocamos para eles. Então vamos entender isto.

76 mil cópias vendidas na primeira semana por uma banda de Heavy Metal em 2016 é supostamente um fracasso (somente nos EUA). Na verdade, 76 mil cópias em um lançamento surpresa com zero promoção e um single que tinha saído por 13 dias com uma duração de 8:30 é um fracasso. Este tipo de conversa é loucura e é exatamente o tipo de narrativa que contamina a falida indústria da música. Este é exatamente o tipo de conversa que pressiona o artista a escrever canções em torno do “que funciona financeiramente” e não “o que eles realmente querem criar”. As pessoas querem diferença. As pessoas querem inovação. As pessoas querem arte. Se isso não fosse um risco enorme todos estariam fazendo. Eu não vi a comunidade Hip-Hop ou de música Country questionar Jeezy ou Kenny Chesney sobre o por que eles não venderem mais álbuns e esmagarem uma banda de Heavy Metal com um lançamento surpresa por mais de 3 mil cópias de diferença. Claro, vendemos menos que “Hail To The King” mas sentimos que desta vez é uma circunstância diferente.

Quando “Hail To The King” foi lançado a Apple Music não existia. Agora ela tem cerca de 15 milhões de assinantes. O Spotify tem 40 milhões de assinantes hoje. E quando esses sites tentam te vender as métricas do streaming, é um pouco mais complicado do que isso. Há muitos estudos feitos do por que o Rock não tem tanto streaming como o hip-hop. Você precisa de 1500 streams para dar 1 álbum. Quem tem tempo para stream uma canção como The Stage ou Exist tantas vezes? Estas duas músicas sozinhas chegam a 25 minutos. Então devemos escrever músicas de 3 minutos para que possamos conseguir mais streams? Não. Isso é ridículo.

Quando eu disse que eu tinha “sentimentos mistos” sobre os resultados, eu simplesmente quis dizer que há uma parte de mim que sabia que um lançamento tradicional teria sido mais fácil e todos nós poderíamos desfilar por aí com outro número 1 sem significado. Mas “sentimentos mistos” de jeito nenhum indica que ache que este foi o jeito errado. Eu amo que nós fizemos isto para os fãs. Eu amo que nós fizemos isto para a nossa sanidade e independentemente de como você se sente sobre a música, não há dúvida de que isto foi excitante. Qualquer pessoa com um cérebro sabe que julgar o mérito de um álbum ou pela primeira semana de vendas é simplesmente loucura. Cara, eu nunca julguei um álbum com base nas vendas, ponto final. Mas, eu não sou você, e você tem que ter sua própria decisão. Eu só quero que outros artistas sejam eles mesmos e não sejam tímidos quanto a novas ideias só porque algumas coisas funcionam e outras não. Independentemente deste desabafo quero que os fãs saibam que nós não vamos mudar. Álbuns evoluídos, shows fantásticos ao vivo, e tocando do nosso jeito, sem nunca hesitar. Nunca sentimos tanto amor em um lançamento e realmente nos sentimos gratos. Nos vemos na estrada!

M

Obs: qual será o título do clickbait desta vez? Vamos apostar!”

Categorias: Notícias