O documentário faz parte do mês de conscientização da saúde mental

A fundação HeartSupport lançou um documentário de 15 minutos sobre o retorno do As I Lay Dying. O vocalista Tim Lambesis serviu dois anos de prisão depois de encomendar o assassinato da própria esposa.

A HeartSupport – fundada por Jake Luhrs, vocalista do August Burns Red – explicou a decisão através do site.

“Em livros e filmes, nós amamos uma história de redenção. Amamos histórias em que nossos heróis falham apenas para crescerem mais fortes. Na vida real, no entanto, achamos esse conceito difícil. Na era digital, exaltamos a vergonha e o julgamento. Mas, no nosso âmago, todas as pessoas querem ser amadas e pedem para acreditarmos que podem mudar”.

“Na HeartSupport, quando alguém falha, luta contra o vício, perde para o ódio ou tem uma recaída, mas escolhe mudar, chamamos isso de Crescimento Pós-Traumático. Tem uma linha tênue entre os que dizem que querem mudar e os que fazem algo para isso. Na história do As I Lay Dying, vemos um grupo de pessoas abraçando a mudança, indo contra seu passado, crescendo e ajudando pessoas.”

A banda também comentou o lançamento do vídeo através de redes sociais. “No espírito do mês de Conscientização da Saúde Mental, juntamo-nos com a HeartSupport para lançar o vídeo. Detalhamos mais o lado pessoal de nossas experiências nos últimos anos. Queremos compartilhar parte da nossa história através de uma fundação que existe para prover suporte emocional para qualquer um lidando com uma agitação interna. Seja vício, pensamentos suicidas, depressão o abuso. Acreditamos na comunidade que eles criaram para nos conectar com aqueles que necessitam de recuperação e cura.”

Assista ao documentário Misery Evolving abaixo:

LEIA TAMBÉM: As I Lay Dying lança “Redefined” com Jake Luhrs no vocal

Confira mais notícias sobre: