O Alexisonfire anunciou nas redes sociais que irá doar todo o dinheiro recebido do single “Complicit” para diversas organizações antirracistas.

A banda canadense fez o anúncio após os inúmeros protestos contra o racismo estrutural que têm acontecido em todo o mundo após a morte do norte-americano George Floyd, um negro assassinado por um policial branco de forma brutal.

“Alexisonfire teve diversas discussões sobre como seria nossa resposta sobre o assassinato de George Floyd e sobre incentivar discussões sobre desigualdade racial aqui e no mundo todo”, a banda escreveu no Instagram.

Explicando a ação, eles escreveram: “Ano passado nós lançamos um single chamado ‘Complicit’. A música é sobre querer ser um aliado às pessoas que lutam por igualdade, mas ao mesmo tempo, reconhecendo que por mais que nossas intenções sejam puras, todos nós somos cúmplices. Nós nos beneficiamos de um sistema que é inerentemente disposto a nosso favor: um sistema racista, sexista, homofóbico e transfóbico.”

O grupo disse que esá doando cerca de $12.000 – aproximadamente R$ 60.000 -, ou seja, todo o dinheiro que ganhou com o single até agora. Além disso, o Alexisonfire também irá doar o dinheiro que ganhou com o merchandising do single. Algumas das organizações escolhidas pela banda são a Canadian Civil Liberties Association, Black Lives Matter Toronto e Black Youth Pathway to Industry.

A banda finalizou a declaração com a seguinte frase: “Os cinco integrantes dessa banda estão firmes, porém são imperfeitos, no comprometimento em ser melhores aliados. Vamos destruir os pilares do patriarcado hétero e branco até suas ruínas se tornarem areia.”

Dias depois, o grupo anunciou outra ação. Agora, o Alexisonfire também venderá rifas para os fãs concorrerem a itens da banda, como o pedestal de microfone que George Pettit quebrou durante a gravação do recente single “Familiar Drugs. Todo o dinheiro arrecadado com a ação também será doado para as instituições citadas anteriormente e outras mais como NIA Center for the Arts, The Bail Project e a Black Women in Motion.

Veja as publicações logo abaixo e, em seguida, ouça o single “Complicit”.

Categorias: Notícias